sábado, 30 de julho de 2011

O FASCÍNIO DA LUA

O FASCÍNIO DA LUA

A lua com todo seu poder de sedução abre um um espaço infinito nos caminhos da minha inflamada lembrança,
sinto um cheiro adocicado, que me deixa zonza e inebriada,
um sentimento tão repentino, quase imperceptível, toma-me,
uma sensação, um queimor,
assim como uma estrela solitária, a lua é terna e distante,
enigmática, e ao mesmo tempo, fria e elegante,
mas sempre firme em sua nítida distinção,
causa-me uma certa indignação,
sabendo que eu estou perdida, alguns segredos calam-se em minha consciência,
fazem -me esquecer os caminhos que ainda tenho que percorrer,
com todo seu poder a lua me hipnotiza,
mas também me ilumina e me fascina,
ela fala comigo através do seu enigmático silêncio,
quase tão aterrador quanto seu ar de mistério,
ainda assim ela ,me cala e me consola,
em meio ao silêncio de minha alma,
gritos ensurdecedores calam-se em meu peito,
mesmo que lamente meu destino,
meus olhos completamente fascinados denunciam-me!!

Ana Elizabeth Baade-30/07/2011
IMAGEM DE AUTOR DESCONHECIDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Respeito Por Mim,Por você, Por Todos Nós..........Assim Caminhamos Mais Comodamente!!

Volte Sempre

Palavras ao vento...