Respeito Por Mim,Por você, Por Todos Nós..........Assim Caminhamos Mais Comodamente!!

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Infinito

Que eu seja absoluta, no instante de te amar, que seja eterno o instante de sonhar....que não haja abismo, mais que seja infinito....... Ana Elizabeth Baade

Um pouco de mim...

Deixa-te ser assim: livre , que tuas palávras fluam livremente, sinta-se ......seja tua essência, antes porém, permita-se ficar na alma, só mais um pouco de mim.... Ana Elizabeth Baade

Palco da Vida

Foto: VIDA



.....Pensei que subindo no palco
dessa ideia de vida,
eu pudesse atuar,
pensei que eu fosse qualquer atriz,
que bastava alguma palavras,
e eu conseguisse encenar,
ha pobre de mim.....
que pensava que sabia
que atuava e nao podia,
que na verdade,
eu nada sabia,
ha coitada de mim
 nem sei mais quem eu sou,
que tudo que em mim havia,
sumio e nada restou,
que cilada era a vida,
que eu pensava dela sabida,
ledo engano,
nada sei
porque nada sou........



Ana Elizabeth Baade

.....Pensei que subindo no palco, dessa idéia de vida, eu pudesse atuar,
pensei que eu fosse como qualquer atriz, que bastavam algumas palavras e eu conseguisse encenar,
há pobre de mim.... que pensava que sabia, que atuava e não podia, que na verdade, eu nada entendia,
há coitada de mim, nem sei mais quem eu sou, que tudo que em mim havia, sumiu e nada restou,
que cilada que é a vida, que eu pensava dela sabida,
ledo engano, nada sei,  porque nada sou...

 Ana Elizabeth Bade

Apesar da vida

Tenho em mim, a mais absoluta certeza, que mesmo sendo angustianate, e neuroticamente deselegante, sei que estar viva, apesar da vida ,é a mais verdadeira essência, que tenho na alma!!! Ana Elizabeth Baade

TRADUZI-ME

Roubei-me , houve vezes, em que perdi-me de mim, rasguei-me e deliberadamente consumi-me.........mais foi, no silêncio que há em mim, que eu mansamente traduzi-me!!! Ana Elizabeth Baade

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

INSTANTE

Foto: Foi na primeira vez........
que eu te vi...
quando tu sorris-te pra mim
naquele instante magico
sob o veu da minha paixao,
tu me olhas-te assim,
eu estava atras da nuvem
escondida da ilusao,
perdendo a razao...
eu era so coraçao....
tu estava tao perto
e ao mesmo tempo,
tao longe de mim....
naquela hora
eu ja nao sabia 
se era sonho............
ou fantasia,
mais tu estavas la
sempre a me iluminar.....
tu eras a luz
e fizeste meu ceu clarear.....


Ana Elizabeth Baade

 Foi na primeira vez que eu te vi... quando tu sorris-te pra mim, naquele instante magico, sob o véu da minha paixão, tu me olhas-te assim, eu estava atras da nuvem, escondida da ilusão, perdendo a razão... eu era só coração... tu estava tão perto e ao mesmo tempo, tão longe de mim... naquela hora, eu já não sabia, se era sonho ou fantasia, mais tu estava lá, sempre a me iluminar... tu eras a luz e fizeste meu céu clarear...

 Ana Elizabeth Baade

Desejo



Escrevendo para ti....

Foto: Como quem valsa sob um céu estrelado e encantado com o som da música romântica, que toca lá ao fundo da alma, como quem sonha acordada, olhando para o infinito, pensando e desejando ser mais que uma palavra, ser sentida além mais que um verbo,estava eu lá, por entre tantas sílabas e temas, por entre textos e no meio, dos meus inusitados poemas, era eu quem me desnudava, era a mim própria que eu encantava, mais só porque ,era escrevendo para ti que eu estava....... 


Ana Elizabeth Baade
 Como quem valsa sob um céu estrelado e encantado com o som da música romântica que toca lá ao fundo da alma, como quem sonha acordada, olhando para o infinito, pensando e desejando ser mais que uma palavra, ser sentida além mais do que um verbo... estava eu lá, por entre tantas sílabas e temas, por entre textos e no meio dos meus inusitados poemas... era eu quem me desnudava, era a mim própria que eu encantava, mais só porque, era escrevendo para ti que eu estava....

 Ana Elizabeth Baade"

REDENÇÃO

Foto: REDENÇÃO

Torço as expectativas,espremo tudo ate o fim, escorro a água suja, recolho toda a energia que restou,e caminho ate a mim, não tenho prazo de validade, sou uma espécie em extinção, não exprimo meias verdades,estou em busca de redenção!!!
 Torço as expectativas, espremo tudo ate o fim, escorro a água suja, recolho toda a energia que restou e caminho ate a mim, não tenho prazo de validade, sou uma espécie em extinção, não exprimo meias verdades, estou em busca de redenção!!!

 Ana Elizabeth baade

AVESSO

Foto: AVESSO

Sou o meu avesso, não me encaixo no direito, sou a saudade da minha amplidão, sou o silêncio da minha inquietude, tenho em mim toda essência perpétua da minha alma em liberdade!!

Ana Elizabeth Baade-
IMAGEM DE AUTOR DESCONEHCIDO Sou o meu avesso, não me encaixo no direito, sou a saudade da minha amplidão, sou o silêncio da minha inquietude, tenho em mim toda essência perpétua da minha alma em liberdade!! Ana Elizabeth Baade-

INACESSÍVEL

Foto: INACESSÍVEL

A confusão se faz presente, 
finjo que não te quero,
como se não te quisesse sempre,
como a borboleta inacessível,
és inesquecível,
conheço tua cor,.................... já te vi voar,
mas não consigo te pintar!!

Ana Elizabeth Baade-03/06/2011
IMAGEM DE AUTOR DESCONHECIDO A confusão se faz presente, finjo que não te quero, como se não te quisesse sempre, como a borboleta inacessível, és inesquecível, conheço tua cor,.................... já te vi voar, mas não consigo te pintar!! Ana Elizabeth Baade

LEMBRANÇAS...

Foto: LEMBRANÇAS...

No final do dia era apenas a leveza de um semblante desconhecido que surgia,uma pintura imaginada, com um sorriso iluminado e um olhar misterioso que na minha retraída lembrança aparecia, era a saudade do tempo que me desnudava e como poeira ao vento se esvaia,nada além de retalhos retorcidos da minha iludida memória que ainda me pertencia!!!

Ana Elizabeth Baade-17/08/2011
IMAGEM DE AUTOR DESCONHECIDO

 No final do dia era apenas a leveza de um semblante desconhecido que surgia,uma pintura imaginada, com um sorriso iluminado e um olhar misterioso que na minha retraída lembrança aparecia, era a saudade do tempo que me desnudava e como poeira ao vento se esvaia,nada além de retalhos retorcidos da minha iludida memória que ainda me pertencia!!! Ana Elizabeth Baade-

domingo, 20 de janeiro de 2013

Quando o céu eh o limite



 ...Quando o céu é o limite e no mundo não existe mais eu e você,
quando somos nós e sonhamos,
somos o mar e a lua, a magia nua, um corpo a dançar,  um coração a vibrar...
uma dança suave nos envolve e o tempo nos comove...
no meio de nós... suor, em nós, uma silaba maior,
no fim uma chama enobrece, somos um e a dança nos aquece,
somos o mar e a lua...
O tempo parou,
somos agora, tão somente amor...

♥ Ana Elizabeth Baade

Silêncio

SILÊNCIO Se creio que o amor vence todas as barreiras, e quando falo em demasia, elas podem desmoronar, então é no silêncio das minhas palavras que os alicerces destas barreiras são quebradas!!!!! Ana Elizabeth Baade

HÁ ESSE TEU OLHAR......


HÁ ESSE TEU OLHAR......

 Há esse teu olhar..... que te domina e me ilumina, quando reluz do verde mar, há esse teu olhar, que me deriva e me alucina, há o doce olhar....... que sem ilusão, não determina, e sem paixão, não me fascina, esse seu olhar........ quando reluz no meu, quando me diz, sou eu, esse seu olhar....... no encontro do meu ,quando reflete teu eu,  doce olhar..... sob ondas em tua retina, encontrando tua alma, e minha essência feminina, há esse teu olhar..... sob o véu quem te imagina, ser pra mim, como a menina da tua íris, luz divina, há esse teu olhar.........
 Ana Elizabeth Baade

Que meu corpo estremeça

..Que meu corpo estremeça sempre que tua alma o toque, que teu céu jamais deixe de existir em mim.... Ana Elizabeth Baade

Esperança travada

Carrego em mim , a força de uma esperança travada , estimada por querer ser, não quero ser egoista de mim, a vida se faz curta, tem que ser vivida, deixar os desejos se fazerem fartos , a felicidade atrevida que me chama, vem pertencer-me e amar-me!!! Ana Elizabeth Baade-

Fazendo Silêncios

Não estou deixando de existir.......apenas calando-me, estou fazendo silêncios...... Ana Elizabeth Baade

Sem deixar de existir

E assim,..amando-te mais e sem deixar de existir, que eu me saiba ser e que eu me queria ter....... Ana Elizabeth Baade

Férias..

..Não estou saindo de mim, só estou dando férias para os meus pensamentos voarem..... Ana Elizabeth Baade

Fases

Fases

Tenho tantas luas, nuas em mim, que a fase que sou já não me sabe, estou sempre me transformando, já não caibo em nenhuma maré, estou desaguando em mim, hoje sou mar e embalada em ondas, vou me sendo oceano..... Ana Elizabeth Baade

Amar-te-ei sempre

...Amei-te ontem, quando olhei em teus olhos e vi-te vida, quando invadindo tua íris-mulher, amei-te tão linda.... amo-te hoje, quando leio-me em tua alma e reconheço-me em ti, quando vejo-me em teu reflexo e estais em mim... amar-te- ei amanhã, quando não precisarmos mais de palávras e leres meu coração, quando a minha alma ansiar-te,e formos canção...... estou em ti amor......amei-te ontem, amo te hoje e amar-te- ei sempre......és-me a vida!!! Ana Elizabeth Baade —

Depois do beijo

Depois do beijo....naquele segundo mágico, senti um leve torpor, o toque leve e macio deixou-me tonta, senti um leve queimor, a boca seca dava-me uma sede incessante, eu queimava e quase desmaiava, tua alma me invadia , éramos poesia, senti todo teu ardor, meu coração acelerado era só descompasso, os pelos em minha pele eriçavam, minhas mãos passeavam... a madrugada lentamente se ia, e o frio pouco a pouco sumia, naquele instante mágico , eu sorvia teu aroma e bebia teu sabor, eu não estava mais em mim, eu estava em ti, e eu era só amor..... Ana Elizabeth Baade

QUE DIZER DESSA MULHER??

QUE DIZER DESSA MULHER?? Que dizer da menina que desde cedo pensa que é poeta, que sonha com o acaso e seu desejo é vasto, que dizer da flor que descobre-se em suas pétalas e sente o cheiro do amor , que dizer daquela mulher,que descreve a sua poesia com aroma e ardor, que dizer da menina, que fez do seu futuro uma nova razão, e assimila sua luz com tamanha sensação, que dizer da atriz que subiu ao palco, cantou sua canção e fez da sua vida ,uma doce emoção, que dizer dessa poeta, que descreve sua alma com tamanha paixão....!!! Ana Elizabeth Baade

Tempo

TEMPO Há o tempo, doce como um suspiro, e amargo como um giro, deixo que a sombra o levante , para quando o véu cair não me espante,deixo o sopro escutar e a leve brisa da noite me irradiar, há o tempo, no seu devido momento se elege e fica no para-peito como um unguento, deixo que o vento me siga ,e no auge da sua lida, me sossegue e me diga!!! Ana Elizabeth Baade

ALMA DE MULHER

Que minha alma transborde, quando a força do amor for capaz, que ela seja minha essência, onda a vida se refaz, que minha alma regozije, quando o silêncio venha em paz,que a fala nunca venha em demasia , para que a vida flua ,onde o amor seja primordial e eficaz!!!! Ana Elizabeth Baade

Minha alma

MINHALMA Mãos ágeis que me acolhem e acalmam , num impulso árduo queima a pele , me estranha e cala, num entardecer deveras entender, que a mente é ágil e se faz perceber,quando o coração é acolhido, por um súbito e estranho prazer, num segundo o silêncio que se fez eterno, consegue aparecer , a fala que se descobre calida, começa entender, a sensação que aquece e me arrefece que de tão calma, em poucos minutos, ficou pra sempre em minhalma!!!! Ana Elizabeth Baade —

Eu fico lendo-te...

E..eu fico lendo-te e ouvindo-te e lendo-te..... e fico assim, boba, com o coraçao na mao e eu encanto-me e anseio-te e escuto-te tantas vezes e perco-me nas tuas maos....... e fico assim querendo-te e amando-te.... ..... Ana Elizabeth Baade

MARÉ BAIXA


 Com a mare baixa e o sol a se insinuar, pensei em ti, eu caminhava ao teu lado, tu estavas lá, meu coração batia tão acelerado que precisei parar, sentei-me à beira da praia e fiquei a sonhar, pessoas perdidas falam, outras querem-me julgar, mas e dai? eu sou assim, que falem, que julguem, ninguémm conhece as dores do mundo, muito menos o mundo onde minhas dores findará, enquanto a minha dor saciar-me, acalentar-me, eu vou ficar aqui.. ai.. e lá.... onde tu estiveres, meu coração estará, que essa dor, rasgue-me, consuma-me e coma-me, quero saciar-me em ti...  e se eu corro, se vou atras, se quero mais, e dai? eu sou assim, não tenho vergonha de lutar, é voce quem eu quero, é por voce que eu espero, enquanto essa dor nos alimentar, enquanto a saudade não passar, enquanto o amor vingar... eu continuo aqui e vou te esperar, eu sou assim não posso mudar, foi assim que eu te sonhei, foi assim que voce me amou foi assim que o amor ficou....

 Ana Elizabeth Baade

Meu Eu

MEU EU... Se eu sei-me de cor,se conheço todas as minhas falhas e incertezas, ainda nao entendo, porque faço-me tantas perguntas, se fico sempre devendo a mim mesma, sou tao indecifravel que nao me encaixo mais nos meus acertos , o certo das pesoas, normalmente eh o meu avesso, porque sou feita de tantos sonhos e tenho tantas fases, que agora ja nao caibo mais em mim, sou tao nua, que ando solta e livre na lua,os meus anseios ja transbordaram-me e eu que nada sou alem de plenitude, so tenho que amparar-me nas arestas que a vida permeia-me,agora a minha sede nao sacia-me mais........ Ana Elizabeth Baade

Dona da vida

Volte Sempre

Palavras ao vento...